Mutatis Mutandis#4: Para onde você caminha?

“Quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável” (Sêneca). Quem quer encontrar tem de saber o que procura. Chega a ser incrível a quantidade de pessoas que esperam grandes transformações em suas vidas, mas não sabem sequer o que desejam. É como querer construir uma casa e nem mesmo rabiscar o projeto ou comprar um tijolo. Pode ser comparado também como querer ganhar na loteria e sequer comprar o bilhete. Convenhamos que, desse modo, não dá para contar nem mesmo com a sorte. As pessoas que costumam ser mais felizes na vida pessoal e profissional têm por hábito comemorar as pequenas conquistas diárias que vão formando grandes conquistas ao longo do tempo. Isso significa que elas têm clareza de quais são suas metas e conseguem ir estabelecendo planos simples para sua realização. Ter uma meta, antes de tudo, é saber para onde se quer ir na vida. E como realizar suas metas? Metas realizáveis costumam ter cinco qualidades: elas geralmente são específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais. “Este ano quero estudar” pode ser um desejo, mas não é propriamente uma meta. Esta semana vou estudar quatro dias, quatro horas em cada dia é uma meta específica. Além disso, possui indicadores tangíveis (dias e horas), tornando possível verificar o quanto se rendeu ao final do estudo, o que a faz mensurável. É baseada na realidade (o tempo que disponho na semana), por isso, é atingível. Faz sentido dentro do que proponho para mim mesmo como plano de vida, o que a faz relevante. Além de permitir ser avaliada dentro de um prazo certo, o que significa que ela é temporalmente definida. Sabendo onde se quer chegar por meio de metas realizáveis se torna muito mais fácil mudar o que se precisa mudar. #mutatismutandis


Plano de Ação


#Ação4:

1 – Integre a leitura de Informativos ao seu Plano de Estudos.

2 – Você pode reservar um dia só para ler informativos ou colocar todo dia em um momento de estudo regular. Os informativos do STF e do STJ são vitais para a aprovação.

3 – Também é importante ter uma rotina de leitura das súmulas dos Tribunais Superiores.

  • Instagram Ouse Saber
  • Facebook Ouse Saber

 © 2020 | Ouse Saber - Curso Preparatório para Concursos